Em busca da Felicidade

Há algum tempo venho acompanhando os filmes da Anna-Sophia Robb pois acho (mesmo que novinha), ela uma ótima atriz (Uns exemplos são A colheita maldita e Ponte para Terabídia). E acabei achando o filme Have Dreams, Will Travel que diga-se de passagem é um ótimo filme que traz também o ator Cayden Boyd segue uma sinopse do filme.

Quando os pais de Cassie são mortos em um acidente de carro misterioso, ela não tem escolha a não ser levada pelos pais de Ben que são distantes e negligentes. Insatisfeito com sua situação, e com a intenção de viver com a tia Cassie descolada e seu tio, os dois jovens adolescentes embarcam numa viagem de descoberta através do coração do centro-oeste. Em sua jornada eles encontram uma variedade de adultos únicos, mas imperfeitos, forjando um vínculo profundo e maduro, mostrando um forte contraste com aqueles que os rodeiam.

À medida que ficam mais perto de seu destino, no entanto, visões de pesadelo de Cassie da noite do acidente começam a reaparecer várias vezes, ameaçando a viagem e a possível fratura de seu vínculo para sempre.

Caso não compreenda nada de Inglês, recomendo abrir este vídeo do Youtube e ative o novo serviço de legenda =]

[nggallery id=2]

Monster

Eu Adoro quando acho um novo filme, alternativo (não hollywoodiano) com baixo orçamento, atores perfeitos que compões um filme perfeito. Monster é um filme de suspense leve, mas intrigante. Recomendo.

Formas de vida alienígenas se espalharam por toda a região de fronteira EUA-México, levando à quarentena de metade do México. Os EUA e as forças armadas mexicanas estão lutando para conter as criaturas, com uma parede que se estende ao longo da fronteira americana. A história segue Andrew, um fotojornalista americano ajudando a filha de seu patrão rico, Samantha, voltar para a América. A sua viagem leva-os da América Central e, eventualmente, na “zona infectada”.

[smooth=id:1;]

Mais curiosidades: Aqui

Assim…

Lembro exatamente do dia em que fui fazer o exame médico para admissão no exército junto com um amigo meu. Aquele medo/coragem de querer/não querer ser aceito… Por um lado o orgulho de ser do exército e o fascínio de vestir um farda e poder defender o país. Do outro lado o medo de perder oportunidades na vida, sofrer dentro do exército como muitas histórias que ouvimos.

Na primeira bateria de exames (dentição), foi aprovado. Na segunda, visão. Eu poderia até passar, mas me perguntaram se eu realmente queria. Eu falei não e fui dispensado… Foi um alívio, porém meu amigo permaneceu nos exames. Aquele alívio desapareceu na hora.

Veio na mente logo a possibilidade dele passar e acabar se afastando. Ou pior ele numa guerra e não poder estar do lado para auxiliar. Esperei do lado de fora do quartel, ansioso para vê-lo sair dizendo que não fora aceito…

Continua…